Andar a pé Blog

A cidade sem ruas

Perspectiva de como era a cidade neolítica de Çatalhoyuk, onde as pessoas caminhavam pelos telhados das casas.
Perspectiva de como era a cidade neolítica de Çatalhoyuk, onde as pessoas caminhavam pelos telhados das casas.

Já imaginou caminhar em uma cidade sem ruas? Parece bem estranho, mas faz parte da história da humanidade. Um sítio arqueológico na Turquia, descoberto no fim dos anos 1950, guarda os resquícios da comunidade de Çatalhoyuk, considerada um dos primeiros centros urbanos do mundo

Pitoresco as olhos de hoje em dia, Çatalhoyuk existiu entre 6.500 e 5.700 a.C e tinha uma característica bem peculiar. As casas — com paredes de tijolo e barro e estrutura de madeira — ficavam coladas umas nas outras, formando um grande aglomerado. Havia alguns “quintais” em determinados pontos. Para circular pela comunidade, as pessoas usavam o teto das construções, onde ficava também a entrada das casas. O interior podia ser acessado por uma escada. Era lá dentro que eles enterravam seus mortos, sempre em posição fetal. Os pesquisadores descobriram também muitas pinturas nas paredes, objetos, marcas e ossadas.

Desde 1993, um grupo internacional de arqueólogos faz escavações no local e divide as novidades encontradas no site oficial do projeto . Vale a pena dar uma passeada por essa página para conhecer um pouco mais sobre como era a vida nessa comunidade neolítica.

 

Sítio de escavação arqueológica no local onde ficava a cidade de Çatalhoyuk.

Sítio de escavação arqueológica no local onde ficava a cidade de Çatalhoyuk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *